NOTÍCIAS
_______________________________________________________________________________

NacionaisInternacionaisRecortes de imprensa
XXIPortoCartoon_Banner_5_164x78px

Artista belga vence Grande Prémio
PortoCartoon 2019

MNI_ConcursoDeSlogansDeAmor_logo

Museu da Imprensa lança
concurso de slogans sobre amor

MNI_AmorImpresso_Cartaz_A5

Exposição “Amor Impresso”
aumenta com a visita da Ministra da Cultura

IP Amor Impresso2

Exposição “Amor Impresso” reúne centenas de peças
(14 fev.-31 maio) – Será lançado um Inteiro Postal

XXPC_PremioPublico_Italia_AgimSulaj._Plastica.pg

Artista de Itália
vence Prémio do Público

20181208_153222

Vencedores do Concurso Textos de Amor 2018

70AnosDecDireitosHumanos_Cartaz_POR

Direitos Humanos em Rota do Humor

logo_ConcursoDeTextosDeAmor_MAPina

PRÉMIOS Textos de Amor

XXIPortoCartoon_Banner_5_164x78px

PortoCartoon lança tema 2019 – Línguas e Mundo

Grande Prémio, Nikola Listes, Croácia

PortoCartoon 2018: Votação on-line até Dezembro

Museu da Imprensa faz parceria no México

imagem002

Portugal na FIL de Guadalajara

Centenário de Mandela com PortoCartoon em S. Paulo

Protocolo em Brasília

Salão de Humor Luso-Brasileiro

clubedejornalistas

Revista JJ. Clube de Jornalistas
            PortoCartoon, 20 anos
            Farol da democracia, bastião da liberdade

litorialmagazine

Litoral Magazine
            Caricaturas de Wolinsky em Aveiro

diarioaveiro

Diário de Aveiro
            Cartoonista do Charlie Hebdo
            com trabalhos expostos em Aveiro

nossojornal

O Nosso Jornal
            Imprensa Nacional
            abre exposição internacional de cartuns

rtp

RTP Internacional
            Palavra aos Diretores – Entrevista (Vídeo)

funchal_noticias

Funchal Notícias
            Wolinski: recordar quem morreu pelo cartoon

correiodoribatejo1

Correio do Ribatejo
            Correio do Ribatejo desafiado a criar pólo do
            Museu Nacional da Imprensa em Santarém

Artista belga vence Grande Prémio
PortoCartoon 2019
Caricaturas de Bob Dylan e Fernão
Magalhães para Brasil e Portugal

O artista belga Luc Descheemaeker conquistou o Grande Prémio do 21º PortoCartoon-World Festival, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa e subordinado ao tema LÍNGUAS E  MUNDO.A obra vencedora intitula-se “Money Language” e representa Trump, com uma língua de dólares.

XXIPC_GrandePremio_Belgica_LDescheemaeker

O Segundo Prémio foi atribuído a Mojmir Mihatov, da Croácia.

XXIPC_3oPremio_Espanha_DVela

O Terceiro Prémio foi atribuído a David Vela, de Espanha.

XXIPC_2oPremio_Croacia_MMihatov

A qualidade dos trabalhos, levou o júri internacional a atribuir ainda 20 Menções Honrosas a artistas de diferentes países: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Cuba, Indonésia, Irão, Portugal, Roménia, Rússia e Turquia.

Em apreciação estiveram cerca de 2700 obras, de mais de 620 artistas, oriundos de 73 países distintos, de todos os continentes. Estes números assinalam um recorde nunca registado nas edições anteriores, em termos de artistas e obras.

Dylan e Magalhães dão prémios a Brasil e Portugal

A edição deste ano contemplou dois Prémios Especiais de Caricatura centrados nas figuras de Fernão de Magalhães, evocando os 500 anos da viagem de circum-navegação e Bob Dylan, músico e prémio nobel da Literatura.

luis fernandes_bob dylan_1premio

Os vencedores foram, respetivamente, Pedro Ribeiro Ferreira (Portugal) e Luiz Carlos Fernandes, do Brasil.

pedro ferreira Fernão Magalhães_1premio

Irão, Turquia, Brasil e China foram os países com maior participação.

Esta 21º edição o PortoCartoon volta a reforçar o lugar deste certame no pódio dos concursos  internacionais de desenho de humor e mostra a pertinência da classificação do Porto com o ‘Capital do Cartoon’, proclamada em 2008.

O Júri internacional do 21º PortoCartoon teve como Presidente Honorário Georges Wolinski – cartunista do Charlie Hebdo assassinado em 2015, em Paris, e que durante uma década tinha sido presidente do Júri. Integraram o Júri 2019: Peter Nieuwendjik (presidente da FECO), Maria Milano (designer italiana), Roberto Merino (encenador), Xaquín Marín (fundador do Museo de Humor de Fene, Espanha), António Ponte (representante da Missão Magalhães/Ministério da Cultura) e Luiz Humberto Marcos (diretor do Museu Nacional da Imprensa).

Os vencedores do 21º PortoCartoon receberão os troféus (desenhados por Siza Vieira) e os Prémios durante a cerimónia de abertura da exposição, que decorrerá nas instalações do Museu Nacional da Imprensa e noutros locais do Grande Porto, em junho, como tem sido habitual.

Museu da Imprensa lança
concurso de slogans sobre amor
MNI_ConcursoDeSlogansDeAmor_CartazA4 Foi apresentado no dia 26 de fevereiro pelo Museu Nacional da Imprensa,  na presença da ministra da Cultura, um novo concurso destinado à criação de slogans sobre o amor.

A iniciativa, bem acolhida pela ministra, decorreu no âmbito da visita ministerial à exposição “Amor Impresso-350 anos das cartas de Mariana Alcoforado”.

As recentes estatísticas sobre os casos de ‘violência no namoro’ constituem uma antecâmara do flagelo da violência doméstica que publicamente tem crescido em Portugal.

A oportunidade da celebração dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos reforça a pertinência de uma campanha de slogans sobre o assunto.

O concurso tem como objetivos gerais promover a reflexão sobre o tema Amor vs Violência (no namoro), estimular a capacidade criativa dos jovens, motivar os jovens para a participação cívica num tema que a todos diz respeito, congregar um conjunto de boas ideias para futuras campanhas de promoção do amor e das boas relações interpessoais e suscitar debates sobre o tema nos mais variados espaços educativos.

Os destinatários deste concurso são jovens portugueses até aos 25 anos.

Os textos concorrentes devem ser redigidos num impresso/formulário próprio, disponível nas instalações do MUSEU NACIONAL DA IMPRENSA ( E.N. 108, nº 206, 4300-316 Porto ) e no SÍTIO OFICIAL (www.museudaimprensa.pt).

O concurso decorre até 31 de maio de 2019.

Exposição “Amor Impresso”
aumenta com a visita da Ministra da Cultura
MNI_AmorImpresso_Cartaz_A5

 
 
 

O Museu Nacional da Imprensa vai ampliar a exposição Amor Impresso-350 anos das cartas de Mariana Alcoforado, durante a visita da Ministra da Cultura, Graça Fonseca, no dia 26 de fevereiro, pelas 15h.

Esta mostra documental, inaugurada no dia 14 deste mês, vai ser reforçada com peças sobre as Novas Cartas Portuguesas, livro que foi apreendido pela ditadura de Salazar/Caetano e que provocou um processo judicial contra as “três marias”, as autoras Isabel Barreno, Tereza Horta e Velho da Costa. Será também aberta uma nova sala dedicada ao erotismo impresso, limitada a maiores de 18 anos e cuja leitura estava interditada nos tempos da Censura.

Com estas ampliações, a exposição passará a conter cerca de mil peças, entre livros, jornais, revistas, gravuras, postais e discos de vinil.

A mostra reúne um acervo muito significativo de obras relacionadas com as Cartas de Amor de Mariana Alcoforado, editadas em Paris, em 1669, e dezenas de livros proibidos antes do 25 de Abril de 1974, sobre o amor.

Durante a visita da ministra, serão lidos vários poemas, designadamente “do cavaleiro Chamilly à freira Mariana Alcoforado”, de Pablo Neruda e de Manuel António Pina.

Exposição “Amor Impresso” reúne centenas de peças
(14 fev.-31 maio) – Será lançado um Inteiro Postal
IP Amor Impresso2

O Museu Nacional da Imprensa vai inaugurar a Exposição documental “Amor Impresso – 350 anos das cartas de Mariana Alcoforado”, no dia 14 de fevereiro, pelas 17h.

A mostra reúne um acervo muito significativo de obras relacionadas com as Cartas de amor de Mariana Alcoforado, editadas em Paris, em 1669.

Esta exposição é também composta  por centenas de publicações, designadamente livros proibidos antes do 25 de Abril, jornais, discos, gravuras e postais alusivos ao tema do amor.

Na sessão de abertura, o ator António Fonseca recitará parte do canto IX dos Lusíadas, relativo à Ilha dos Amores.

Recorda-se que António Fonseca decorou, há anos, a totalidade do poema épico de Luís de Camões.

Na ocasião será também feito o lançamento de um Inteiro Postal alusivo à mostra, produzido pela Filatelia dos CTT.

Paralelamente a esta iniciativa do Museu, decorre o Concurso de Textos de Amor Manuel António Pina (19ª edição).

Artista de Itália
vence Prémio do Público
XXPC_PremioPublico_Italia_AgimSulaj._Plastica.pg

Agim Sulaj  (Itália) é o grande vencedor do Prémio Público do PortoCartoon 2018, com uma obra que mereceu o Segundo Prémio do júri internacional do festival organizado pelo Museu Nacional da Imprensa.

O Prémio Público do PortoCartoon resulta de uma votação a nível mundial, feita através do Museu Virtual do Cartoon (www.cartoonvirtualmuseum.org) e em urnas de voto colocadas no Museu Nacional da Imprensa e no Aeroporto do Porto, de junho a dezembro. Qualquer pessoa, de distintas partes do mundo, teve oportunidade de votar no seu cartoon favorito, dentre os 24 selecionados pelo Júri internacional do 20th PortoCartoon-World Festival, em março de 2018.

Agim é um artista bastante premiado e concorre, há vários anos, aos prémios do PortoCartoon.

A votação, independente da decisão do Júri, que elegeu o croata Nikola Listes como grande vencedor do PortoCartoon 2018, deu a vitória a Agim Sulaj, com a obra “Plástica”.

Nesta categoria já foram também contemplados, para além de Agim Sulaj, desde 2006, Diego Herrera – Yayo (Canadá), Fernando Camarneiro Costa (Portugal), António Santos – Santiagu (Portugal), Zygmunt Zaradkiewicz (Polónia), Guo Zhong (China), Ludo Goderis (Bélgica) e Emrah Arikan (Turquia) e Ronaldo  (Brasil).

Os cartoons que estiveram em disputa são provenientes de países tão diferentes como Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Colômbia, Croácia, Espanha, Irão, Itália, México, Mongólia, Perú, Roménia e Turquia.

Agim Sulaj será convidado a participar no PortoCartoon 2019 com uma exposição de autor.

Até 11 de fevereiro decorre a receção de trabalhos para o 21.º PortoCartoon, subordinado ao tema “Línguas e o Mundo”. Fernão de Magalhães e Bob Dylan são as figuras apontadas para a categoria dos Prémios Especiais de Caricatura.

Vencedores do Concurso Textos de Amor 2018
ConcursoDeTextosDeAmor_2018_logo

Celso Alves Pais foi o vencedor do Concurso de Textos de Amor Manuel António Pina 2018, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa (MNI), com o texto “Timóteo, O Lavrador”.

Os prémios foram anunciados no dia 8 de dezembro, no MNI, durante uma cerimónia de homenagem ao jornalista, poeta e escritor Manuel António Pina.

O Júri foi constituído por Fernando Pinto do Amaral, diretor do Plano Nacional de Leitura, José Luís Pires Laranjeira, da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Luísa Paolinelli, da Universidade da Madeira, e Luiz Humberto Marcos, diretor do MNI.

O segundo lugar foi atribuído a “A Casa Amarela”, de Fernando Jorge Costa Paulino, e o terceiro a Adriana Rocha, com o texto “O improvável”.

20181208_153456

Mensagem Ministra da Cultura, Texto Diretor MNI, Texto Membro Júri, Pires Laranjeira

20181208_151711

Foram atribuídas, ainda, 15 Menções Honrosas:

Alberto Pereira, com o texto “AMOR NO PÂNTANO”, a Lília Tavares, com o texto “CORPOS DE POMPEIA”, a Ana Paula da Conceição Nunes, com o texto “Em silêncio”, a Nelson Ferraz, com o texto “às vezes, não sou, mas amo-te”, a José Adelino Pereira Filipe, com o texto “Génese, Fotossíntese e Revelação“, a João Orlando Pereira Machado, com o texto “Rebolando”, a Rui Alberto Cruz de Sousa, com o texto “Delírio ao redor de Álvaro de Campos”, a António Lúcio e Silva Soares, com o texto “MacAmor”, à Turma do Pré-escolar do Jardim-Escola João de Deus de Albarraque- Bairro da Tabaqueira, com o texto “O amor é…”, a Ricardo Ferreira de Almeida, com o texto “com que pé começamos?”, a Ana Conceição Bernardo, com o texto “DECLARAÇÃO DE AMOR AO FACEBOOK”, a Tânia Sardinha Vieira, com o texto “Talvez um capítulo a destempo”, a Camila Sardinha Ré Vieira dos Santos (aluna do 3.º ano do 1.º CEB), com o texto “Quando eu digo”, a Inês Vieira, com o texto “O piano” e a Patrícia Brásia, com o texto “Fiz as contas”.

20181208_152128 20181208_153222

Direitos Humanos em Rota do Humor
70AnosDecDireitosHumanos_Cartaz_POR

Uma “Rota do Humor pelos Direitos Humanos” vai juntar vários países, numa iniciativa do Museu Nacional da Imprensa que arranca no próximo sábado, dia 8.

O objetivo é celebrar o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela ONU a 10 de dezembro de 1948, em Paris.

A evocação iniciar-se-á na sede do MNI, em dezembro, com uma mostra de desenhos das várias edições do PortoCartoon sobre essa temática, que se irá renovando, com carácter permanente.

A exposição terá uma ramificação na belíssima Estação de S Bento e outra no Metro da Trindade (esta virtual), e espalhar-se-á por diversos países, do Porto ao México.

A nível nacional e internacional, a mostra terá duas vertentes: extensões da exposição e evocações virtuais em Museus, galerias e espaços culturais, reunindo no seu conjunto cerca de 300 desenhos de artistas de todo o mundo.

A exposição tem a curadoria do diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos, é trilingue (PT, ES e EN) e aborda os 30 artigos da Declaração.

No Museu, a exposição irá ficar patente até dezembro de 2019, com a inserção mensal de novos desenhos, tornando-se assim uma forma contínua de celebração dos 70 anos da célebre declaração.

Esta mostra internacional tem o apoio institucional da Comissão Nacional UNESCO.

PRÉMIOS Textos de Amor
ConcursoDeTextosDeAmor_2018_logo
M . A. PINA
no Museu da Imprensa

Vão ser entregues, no próximo sábado, dia 8, às 15 horas, no Museu Nacional da Imprensa, os prémios do 18º Concurso Textos de Amor Manuel António Pina.A sessão servirá também para assinalar o 75º aniversário do nascimento daquele jornalista e escritor, vencedor do Prémio Camões em 2011.O concurso decorreu em fevereiro e teve a participação de cerca de 500 textos.O Júri, composto por Fernando Pinto do Amaral (Plano leitura, Lisboa), Luísa Paolinelli (Univ. da Madeira), Pires Laranjeira (Univ. de Coimbra), e Luiz Humberto Marcos (ISMAI e Diretor do Museu) fez a seleção e avaliou os melhores trabalhos, ficando para sábado a revelação dos premiados.O MNI pretende com esta iniciativa, começada em 2011, estimular a revelação de novos autores, apelando à escrita de textos de carácter amoroso.Centenas de participantes de diferentes pontos do país, incluindo os Açores e Madeira, aderiram já às edições anteriores e o resultado foi editado em dois livros.

A seguir à sessão de entrega de Prémios, com leitura de poemas de Manuel António Pina e vencedores, será inaugurada a exposição Rota de Humor sobre Direitos Humanos.

PortoCartoon lança tema 2019 – Línguas e Mundo
XXIpc

Bob Dylan e Fernão de Magalhães
são prémios especiais de Caricatura

Línguas e Mundo” é o mote para o PortoCartoon 2019, que acaba de ser lançado, com o convite aos cartunistas de todo o mundo.

A ONU instituiu 2019 como “o ano das línguas indígenas” (em poucos anos desapareceram dezenas). O PortoCartoon-World Festival pretende que o traço do humor mundial seja mais largo.

Seguindo a linha iniciada em 2013, com a introdução deste campo da Caricatura no PortoCartoon, escolhemos para 2019 o navegador Fernão Magalhães e o Nobel da Literatura Bob Dylan.

Esta será a 21ª edição da iniciativa do Museu Nacional da Imprensa que começou em 1998, precisamente com o tema das “Descobertas” (inaugurado pelo Presidente Jorge Sampaio em 1999) e tem colocado Portugal no pódio do cartoon mundial. No conjunto das vinte edições anteriores participaram mais de 7000 cartunistas, dos cinco continentes.

O PortoCartoon tem tido a particularidade de ser subordinado anualmente a um tema de grande relevo internacional.

PortoCartoon 2018: Votação on-line até Dezembro

Está disponível on-line a votação para a escolha do Prémio do Público do XX PortoCartoon-World Festival, subordinado ao tema “Limpar o Planeta”.

A participação dos cibernautas pode ser feita no Museu Virtual do Cartoon.  Trata-se de uma votação a nível mundial, na qual os cibernautas podem escolher o melhor cartoon, de 24 concorrentes, independentemente da votação do júri feita em Abril deste ano.

Os desenhos candidatos podem ser vistos em pormenor antes da votação on-line, sendo a respetiva lista constituída pelos Premiados e Menções Honrosas, escolhidos pelo júri internacional do concurso. Os desenhos em disputa foram recebidos de países tão diferentes  como Alemanha 81), Áustria (1), Bélgica (3), Brasil (1), Colômbia (1), Croácia (1), Espanha (2), Irão (5), Itália (2), México (1), Mongólia (1), Perú (2), Polónia (1), Roménia (1) e Turquia (1). 

A escolha do público pode decorrer até ao final de Dezembro. Votação idêntica decorre também numa urna não virtual existente na Galeria Internacional do Cartoon do Museu Nacional da Imprensa e no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, onde se encontra patente uma extensão da mostra do 20.º PortoCartoon.

Museu da Imprensa faz parceria no México
O Museu Nacional da Imprensa e o “Museo de la Caricatura” estão unidos desde 22 de novembro, através de um protocolo assinado na Cidade do México.

O acordo de cooperação foi oficializado pelo presidente da Sociedad Mexicana de Caricaturistas (entidade detentora do Museo de la Caricatura), Jesús Juan Terrazas Campos, e pelo diretor do Museu Nacional da Imprensa, Luiz Humberto Marcos, numa cerimónia simples, na sede do museu mexicano, em plena zona histórica, classificada pela Unesco como património cultural da humanidade.

A assinatura deste convénio foi testemunhada por Angel Bolígan, um dos cartunistas mais premiados do mundo, que já recebeu vários trofeus do PortoCartoon.

O protocolo visa “a cooperação no desenvolvimento de iniciativas conjuntas para o reforço dos laços culturais entre o México e Portugal, através da valorização da linguagem universal do humor”.

Fortalecendo o eixo do cartoon do MNI e ampliando a dimensão internacional resultante do PortoCartoon, serão promovidas exposições temporárias, estudos, conferências e debates sobre temas relacionados com a imprensa e o papel do humor na sociedade.

O Museo de la Caricatura está instalado no antigo Colégio de Cristo, renovado após o sismo de setembro de 1985. Em 1987, o edifício foi entregue à Sociedade Mexicana de Caricaturistas, com a condição de ser criado um museu para mostrar a história do México, através da obra de grandes caricaturistas.Este protocolo aumenta para 10 o número de convénios internacionais celebrados pelo MNI.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Portugal na FIL de Guadalajara
Humor sobre Gutenberg
no Museu da Imprensa

A exposição A “descoberta” e o riso, do Museu Nacional da Imprensa, vai estar patente na FIL Guadalajara 2018, de 24 novembro a 2 dezembro.

imagem002

A mostra sobre o ‘pai da imprensa’ apresenta cerca de meia centena de cartuns enviados ao PortoCartoon-World Festival.

Estão representados 17 países (10 europeus, dois da América Latina e três da Ásia) de grandes caricaturistas, alguns deles vencedores de importantes prémios internacionais.

Os cartoons ajudam a compreender a importância da “descoberta” da imprensa de caracteres móveis. Foi com ela que o livro começou a democratizar-se.

Através do humor patenteado na mostra, o Museu Nacional da Imprensa, organizador do PortoCartoon, pretende reforçar a multiculturalidade que faz parte da natureza do próprio festival, como ponte entre culturas, regiões e países.

Com esta exposição, cruzam-se duas linhas de um projeto museológico: a do “patrono” da imprensa, com a da linguagem universal do cartoon.

Durante a Feira Internacional do Livro de Guadalajara/2018, dedicada a Portugal, queremos estar presentes à distância de um clic.

Centenário de Mandela com PortoCartoon em S. Paulo

O centenário do nascimento de Nelson Mandela está a ser celebrado, em S. Paulo, com desenhos do PortoCartoon World Festival, de 25 de agosto a 14 de outubro.

Esta é uma das três mostras do festival do Porto que estão presentes no 45º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, naquela cidade, que assim  assinala o 20º aniversário do PortoCartoon.

Os principais trabalhos do Prémio Especial de Caricatura Mandela, apresentado no PortoCartoon de 2014, integram a mostra do Casarão do Turismo de Piracicaba, cidade do norte de S. Paulo, com 400 mil habitantes, que organiza um dos certames de humor mais antigos do mundo. Entre as dezenas de caricaturas figura o 1º prémio atribuído a André Carrilho e os melhores desenhos de artistas da Alemanha, Irão, Brasil, Bulgária, Itália, Argentina, Croácia, Hungria, entre outros países.

Mandela_1ºpremio_portugal_Carrilho

Mandela_2ºpremio_Espanha_Turcios

Outra exposição corresponde ao tema Turismo, do PortoCartoon 2017, e está apresentada no Centro Cultural do Engenho, conjuntamente com as mostras principais do 45º Salão de Piracicaba.

GrandePremio_Belgica_LucVernimmen

A terceira mostra é alusiva às duas décadas do festival do Porto, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa (MNI), e figura em painéis de grandes dimensões, espalhados pela Rua do Porto (do rio Piracicaba). Esta rua está sobredenominada de Rua do PortoCartoon e mostra 40 cartoons relativos aos grandes prémios e 2ºs prémios dos vinte anos do PortoCartoon, inaugurado em 1998, pelo presidente da República Jorge Sampaio.

Além dos 40 desenhos apresentam-se momentos da proclamação do Porto-Capital do Cartoon feita em 2008 e do roteiro do humor com a presença de artistas brasileiros e de outros países.

portocapitaldocartoon

Novo Protocolo

Esta iniciativa integra-se numa parceria que existe desde 2005, entre o PortoCartoon e o Salão de Piracicaba, baseada num protocolo assinado pelo Prefeito (presidente da Câmara) de Piracicaba e pelo diretor do Museu Nacional da Imprensa. Barjas Negri e Luiz Humberto Marcos assinaram, na inauguração do 45º salão, um novo contrato de parceria, visando o reforço das relações institucionais.

Refira-se que, neste momento, no âmbito da mesma parceria, está patente no Via Catarina (Porto) uma exposição de Piracicaba, inaugurada no dia 22 de junho, com a presença de Paulo Caruso, um dos nomes maiores do humor brasileiro, e de outros artistas.

As relações institucionais existentes desde 2005, entre a autarquia de S. Paulo e o MNI têm permitido a realização de várias exposições e outras atividades no Brasil e em Portugal.

Esta parceria foi abordada numa conferência de Luiz Humberto Marcos na Universidade de Anhanguera, no dia 20, e no programa Roda Viva da TV Cultura, no dia 23, em S. Paulo, durante o qual o diretor do MNI foi entrevistado por jornalistas e artistas do humor.

O PortoCartoon-World Festival tem o patrocínio de Banco Santander,  DRCN,  AEVP, Sandeman, IVDP,  DFJ, Câmara Municipal de Gondomar, Infraestruturas de Portugal, Metro do Porto, Centro Comercial Via Catarina,  Douro Acima, Divimagem, NaveprinterNorprint, ISMAI, Papelaria Sousa Ribeiro, Porto LazerInstituto Multimédia e os Media Partners JN, DN e Antena 1.

Protocolo em Brasília

O Museu Nacional da Imprensa e o Museu da Imprensa Nacional, de Brasília, estão unidos desde 3 de Dezembro, através de um protocolo assinado na capital brasileira.
Trata-se de um acordo de cooperação oficializado pelo director-geral da Imprensa Nacional, Fernando Tolentino de Souza Vieira e pelo presidente da Direcção da AMI e director do Museu Nacional da Imprensa, Luís Humberto Marcos.
O protocolo visa “a cooperação no desenvolvimento de iniciativas conjuntas para o reforço dos laços culturais entre o Brasil e Portugal, quer através da valorização do papel da imprensa e da sua história em geral, quer através do lastro da imprensa da Lusofonia”.
De acordo com a Cláusula nº 2, ambas as entidades “promoverão exposições temporárias, estudos, conferências e debates sobre temas relacionados com a Imprensa e as Artes Gráficas, de acordo com um plano periodicamente estabelecido e aceite por ambas as partes.Antes desta assinatura já tinha havido uma cooperação que deu lugar à reprodução de um prelo do Séc. XVIII que integra a exposição permanente do MNI e cuja réplica foi apresentada nas comemorações do bicentenário da imprensa brasileira, em Brasília.

Salão de Humor Luso-Brasileiro
As relações do Museu Nacional da Imprensa com Piracicaba vão ser intensificadas com a realização de um Salão de Humor Luso-Brasileiro. O futuro salão, de âmbito bienal, abrirá alternadamente em Portugal e no Brasil, podendo ainda fazer itinerância por outros países.
Esta iniciativa faz parte de uma carta de Intenções assinada, em Junho, na cidade do Porto, no âmbito do Protocolo de Cooperação firmado em 2005 no Brasil, pelo Prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, ex-ministro da Saúde do governo de Fernando Henrique Cardoso e pelo director do MNI e do PortoCartoon-World Festival, Luís Humberto Marcos.
Dando continuidade à excelente colaboração existente entre as duas entidades, o Museu Nacional da Imprensa compromete-se também a colaborar com a Prefeitura de Piracicaba na implementação e acompanhamento técnico-científico de uma Exposição Permanente de Desenho de Humor, nos mesmos moldes da Galeria Internacional do Cartoon, existente na sede do museu português.