NOTÍCIAS
_______________________________________________________________________________________________

NacionaisInternacionaisRecortes de imprensa
ConcursoDeTextosDeAmor_MAPina_MNI2019_CartazA3_SData

Prémios Manuel A. Pina
no Museu Nacional da Imprensa

MNI70Anos_DireitosHumanos_Cartaz_Açores_mail

Humor sobre Direitos Humanos
em exposição nos Açores

SizaVieira_Alameda2019_CartazA4

Caricaturas de Siza Vieira
no Alameda Shop & Spot

XXIIPortoCartoon_Banner_Temas_2020

PortoCartoon2020 lança
temas fortes da ONU

ConcursoDeTextosDeAmor_MAPina_MNI2019_CartazA3_SData

Concurso M.A.Pina
tem doze finalistas

AmaliaRodrigues_Alameda2019_Cartaz

Caricaturas de Amália
no Shopping La Vie Porto Baixa

Mariana_CruzeiroSeixas_131dpi

350 anos das cartas de Mariana
Museu da Imprensa leva “iconografia do amor” a BEJA

WoodyAllen_Alameda2019_CartazA4

Dezenas de caricaturas
de Woody Allen no Alameda

AmaliaRodrigues_Alameda2019_Cartaz

Caricaturas de Amália
em exposição no Porto

SaraSampaio_Alameda_set_2019

Exposição de Caricaturas no Alameda
Sara Sampaio esteve virtualmente
presente na inauguração

Museu da Imprensa faz parceria no México

imagem002

Portugal na FIL de Guadalajara

Centenário de Mandela com PortoCartoon em S. Paulo

Protocolo em Brasília

Salão de Humor Luso-Brasileiro

clubedejornalistas

Revista JJ. Clube de Jornalistas
            PortoCartoon, 20 anos
            Farol da democracia, bastião da liberdade

litorialmagazine

Litoral Magazine
            Caricaturas de Wolinsky em Aveiro

diarioaveiro

Diário de Aveiro
            Cartoonista do Charlie Hebdo
            com trabalhos expostos em Aveiro

nossojornal

O Nosso Jornal
            Imprensa Nacional
            abre exposição internacional de cartuns

rtp

RTP Internacional
            Palavra aos Diretores – Entrevista (Vídeo)

funchal_noticias

Funchal Notícias
            Wolinski: recordar quem morreu pelo cartoon

correiodoribatejo1

Correio do Ribatejo
            Correio do Ribatejo desafiado a criar pólo do
            Museu Nacional da Imprensa em Santarém

Prémios Manuel A. Pina
no Museu Nacional da Imprensa

textosdeamorconvitesite2019Ampliar

Vão ser entregues, no próximo sábado, dia 14, às 16 horas, no Museu Nacional da Imprensa, os prémios do 19º Concurso Textos de Amor Manuel António Pina.

O concurso decorreu em fevereiro e teve a participação de cerca de 400 textos, em prosa e poesia. O MNI pretende com esta iniciativa, começada em 2001, estimular  a revelação de novos autores, apelando à escrita de textos de carácter amoroso. Manuel A. Pina participou nos júris das primeiras nove edições. Centenas de participantes de diferentes pontos do país, incluindo os Açores e Madeira, aderiram já às edições anteriores e o resultado, traduzido em dezenas de textos premiados, foi editado em dois livros.

O Júri deste 19º concurso, composto por Luísa Paolinelli (Universidade da Madeira), Pires Laranjeira (Universidade de Coimbra)  e Luiz Humberto Marcos (Diretor do Museu) avaliou os trabalhos concorrentes e atribuiu prémios e menções honrosas a doze textos. A revelação dos premiados será feita no sábado.

Os prémios têm o apoio da Junta de Freguesia de Campanhã, do Hotel Porto Bay, Tomaz de Ouro, Douro Acima, IVDP e Porto Editora.

Durante a sessão serão lidos poemas de Manuel António Pina por Graça Ribeiro e Jorge Pereira.

Humor sobre Direitos Humanos
em exposição nos Açores
MNI70Anos_DireitosHumanos_Cartaz_Açores_mail

Abre no dia 3 de dezembro, no Arquipélago Centro de Artes Contemporâneas, na Ribeira Grande, Açores, uma exposição de cartoons sobre Direitos Humanos.

A mostra, organizada pelo Museu Nacional da Imprensa (MNI) e promovida pela CREAÇOR, reúne cerca de 50 trabalhos de artistas de 43 países e constitui uma oportunidade para celebrar o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela ONU a 10 de dezembro de 1948, em Paris.

A evocação iniciou-se na sede do MNI, em dezembro do ano passado, com desenhos de várias edições do PortoCartoon e espalhou-se por diversos países, de Portugal ao México. Neste contexto, criou-se uma “Rota do Humor pelos Direitos Humanos”, como forma de sublinhar a importância do cartoon como linguagem que contribui para a reflexão sobre grandes causas da humanidade.

Cartunistas relevantes, vencedores de vários prémios em certames internacionais, estão representados nesta mostra que ficará patente Arquipélago Centro de Artes Contemporâneas, até 6 de janeiro 2020.

No Museu, a exposição sobre Direitos Humanos cresce mensalmente com novos desenhos, e ficará patente até dezembro de 2019, tornando-se assim numa forma contínua de celebração dos 70 anos da Declaração.

Esta mostra internacional, com a curadoria do diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos, tem o apoio institucional da Comissão Nacional UNESCO.

Caricaturas de Siza Vieira
no Alameda Shop & Spot
SizaVieira_Alameda2019_CartazA4

Trinta caricaturas sobre o arquiteto Siza Vieira vão estar em exposição no Alameda Shop  & Spot, a partir do dia 1 de dezembro.

A mostra permite a descoberta de traços do homenageado, a partir da criatividade dos humoristas, provenientes de diferentes culturas geográficas e artísticas.
 

A exposição “Siza Vieira na Caricatura Internacional” está integrada no PortoCartoon World Festival e reúne trabalhos de caricaturistas de vários países, como Alemanha, Argentina, Brasil, Croácia, Irão, Portugal, Roménia, Sérvia, Turquia e Tunísia, entre outros, e resultou da seleção de um júri internacional a partir de centenas de trabalhos a concurso.

A exposição do Museu Nacional da Imprensa, promovida pelo referido Centro Comercial, surge no âmbito do protocolo celebrado entre as duas instituições para a criação da galeria “Art Spot”, que durante um ano fica associada ao PortoCartoon.

Esta é já a sexta exposição PortoCartoon que o Alameda acolhe, no âmbito deste processo. Em junho, o Alameda recebeu a mostra “De Itália com Humor”, de Agim Sulaj (Prémio do Público PortoCartoon 2018).

Em agosto, apresentou a exposição “Cristiano Ronaldo na Caricatura Internacional”, em setembro e em outubro, estiveram patentes, respetivamente, as mostras de caricatura sobre Sara Sampaio e Amália Rodrigues e até 30 de novembro, “Woody Allen”.

Siza Vieira, distinguido mundialmente com vários prémios como o Pritzker, Medalha de Ouro do RIBA, Leão de Ouro da Bienal de Arquitetura de Veneza e mais recentemente, o Prémio Nacional de Arquitetura 2019 (Espanha), entre muitos outros, é o autor do troféu do PortoCartoon e da primeira peça escultórica implantada na cidade, no âmbito da proclamação do “Porto-Capital do Cartoon” (2008), do qual é também cidadão honorário.

A exposição comissariada pelo diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos, estará aberta ao público até 31 dezembro.

PortoCartoon2020 lança
temas fortes da ONU
XXIIPortoCartoon_Banner_Temas_2020

Chico Buarque e Einstein são  prémios especiais de Caricatura

Fome, Pobreza, Desigualdades” é o mote para o PortoCartoon 2020, que acaba de ser lançado, com um convite aos artistas do humor gráfico de todo o mundo.

A partir de 2020, o PortoCartoon vai sintoniar o seu tema principal com as grandes preocupações da ONU para a próxima década. Os temas estruturantes dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) permitirão novas abordagens humorísticas.

Para 2020 foram escolhidos os ODS 1, 2 e 10, pela sua articulação temática: Erradicar a Fome e a Pobreza, Reduzir as Desigualdades.
 

Seguindo a linha iniciada em 2013, com a introdução do campo da Caricatura no PortoCartoon, foram escolhidas duas grandes personalidades para homenagear em 2020: o cantor e escritor Chico Buarque (Prémio Camões 2019); e o Nobel da Física Albert Einstein. Esta escolha é justificada pelo museu com a nota de que, em 1920, começou, na imprensa mundial, uma grande divulgação da sua famosa Teoria da Relatividade.

Nos prémios de caricatura anteriores, foram homenageadas figuras de várias áreas e países como Chaplin, Picasso, Manoel de Oliveira, Saramago, Hemingway, Mandela, Siza Vieira, Cristiano Ronaldo, Guterres, Bob Dylan e Woody Allen, entre outras individualidades.

Este será o 22º PortoCartoon-World Festival, iniciativa organizada pelo Museu Nacional da Imprensa desde 1998. O primeiro concurso elegeu os “Descobrimentos e Oceanos” como tema e foi inaugurado pelo Presidente Jorge Sampaio e nos últimos anos tem colocado Portugal no pódio do cartoon mundial. No conjunto das vinte e uma edições anteriores participaram mais de 7000 cartunistas, dos cinco continentes.

Os artistas podem submeter os seus trabalhos até ao dia 31 de janeiro de 2020.

Concurso M.A.Pina
tem doze finalistas
ConcursoDeTextosDeAmor_MAPina_MNI2019_CartazA3_SData

São de vários pontos do país os doze finalistas do 19º Concurso Textos de Amor Manuel António Pina, iniciativa do Museu Nacional da Imprensa (MNI) lançada em 2001.

Participaram centenas de autores e os melhores textos selecionados pelo Júri são (por ordem alfabética) de: Ana Cláudia Ramalho dos Santos, Ana Conceição Bernardo; Ana Filipa Ferreira de Pinho, Ana Rita Rocha; António Gonçalves, Filipe Volta Milheiro Lima, Maria Dolores Garrido, Maria Eduarda Mota de Campos, Nelson Ferraz, Rita Tavares, Rui Alberto Cruz de Sousa e Tânia Sardinha Vieira.

O concurso decorreu em fevereiro deste ano e recebeu cerca de 400 textos.

O Júri, composto por Luísa Paolinelli (Univ. da Madeira), Pires Laranjeira (Univ. de Coimbra),  e Luiz Humberto Marcos (prof. no ISMAI e Diretor do Museu) fez a seleção, avaliou os melhores trabalhos, em prosa e poesia, e chegou aos resultados que serão anunciados no dia 14 de dezembro, no Museu. Durante a sessão, marcada para as 15.30h, será feita a entrega dos prémios, a par da leitura de poemas de Manuel António Pina (1943-2012).

Escritor, vencedor do Prémio Camões em 2011, e jornalista, M. A. Pina integrou o Júri das nove primeiras edições do Concurso de Textos de Amor e, apenas depois da sua morte, a Direção do Museu decidiu torná-lo patrono da iniciativa.

Com este concurso literário, o MNI pretende estimular a revelação de novos autores, apelando à escrita de textos de carácter amoroso.

Centenas de participantes de diferentes pontos do país, incluindo as regiões autónomas dos Açores e Madeira, aderiram ao concurso e o resultado foi editado em dois livros.

A 20º edição decorrerá em fevereiro de 2020.

Caricaturas de Amália
no Shopping La Vie Porto Baixa
CARTAZ_AMALIA_LVPB_A4_F_p

Trinta caricaturas sobre Amália Rodrigues vão estar patentes Shopping La Vie Porto Baixa a partir de hoje, dia 12 de novembro.

Os desenhos fazem parte do Prémio Especial de Caricatura do PortoCartoon-World Festival, organizado pelo MNI, e que tem homenageado figuras nacionais e estrangeiras, como Mandela, Chaplin, Picasso, Bob Dylan, Woody Allen, Saramago, Manoel de Oliveira, Siza Vieira e Cristiano Ronaldo, entre outras.

O primeiro prémio foi conquistado pelo artista português António Santos-Santiagu, o segundo por Matias Montedoro (Espanha) e o terceiro por Aurélio Mesquita (Portugal).

Amália Rodrigues atraiu o humor de cartunistas de vários países. Argentina, Brasil, China, Colômbia, Cuba, Egipto, Espanha, Finlândia Índia, Irão, Itália, México, Perú, Polónia, Portugal, Roménia, e Turquia são os países representados na mostra.

Uma boa parte dos desenhos relevam o aparelho vocal da diva do fado e expressam uma multiplicidade de características da cantora, cujo centenário do nascimento se celebra em 2020.

Esta é já a oitava exposição do PortoCartoon que os Centros Comerciais La Vie recebem, no âmbito da parceria estabelecida com o MNI.

A exposição tem a curadoria do diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos, e ficará patente no Shopping La Vie Porto Baixa, até 8 de dezembro.

350 anos das cartas de Mariana
Museu da Imprensa leva “iconografia do amor” a BEJA
IconografiaDoAmor_CartazA4_p

Abre no dia 7 de novembro, no Museu Regional de Beja, a exposição “Iconografia do Amor”, numa iniciativa conjunta do município alentejano e do Museu Nacional da Imprensa (MNI).

Mariana_Matisse_131dpi

 

A mostra documental é constituída por trinta imagens evocativas dos 350 anos das “Cartas de Amor” de Mariana Alcoforado, editadas em Paris em 1669. As reproduções iconográficas alusivas à freira de Beja mostram trabalhos de vários artistas estrangeiros como Matisse, Max Ernst e Modigliani, e dos portugueses António Pimentel, José Rodrigues, Lima de Freitas, Mário Botas e Pomar, já falecidos, além de João Abel Manta e Cruzeiro Seixas.

Mariana_CruzeiroSeixas_131dpi

Alguns destes trabalhos plásticos integraram a exposição “Amor Impresso” que o MNI teve patente, de fevereiro a maio, para assinalar o aniversário das cartas de Alcoforado.

A mostra de Beja está associada ao Congresso Internacional ”350 Mariana”, marcado para os dias 15-17 de novembro e tem a curadoria do diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos. Poderá ser visitada na Galeria dos Infantes do Núcleo Expositivo do Museu Regional de Beja, até 30 de novembro.

Mariana_JoseRodrigues_131dpi

Dezenas de caricaturas
de Woody Allen no Alameda
WoodyAllen_Alameda2019_CartazA4

Dezenas de caricaturas sobre Woody Allen vão estar em exposição no Alameda Shop & Spot, a partir do dia 1 de novembro.Esta exposição surge poucos dias depois da estreia em Portugal do último filme do cineasta, “Um dia de chuva em Nova Iorque”.

Os desenhos fazem parte do Prémio Especial de Caricatura do PortoCartoon-World Festival, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa.

Como prémio especial no certame, Woody Allen atraiu o humor de dezenas de cartunistas de vários países, tendo o primeiro prémio sido atribuído ao português Pedro Silva. Alemanha, Argentina, Austrália, Bolívia, Brasil, Bulgária, Colômbia, Cuba, Egipto, Escócia, Espanha, E.U.A, Índia, Irlanda, Irão, Itália, Macedónia México, Montenegro, Perú, Polónia, Portugal, Quénia, Roménia, Sérvia e Ucrânia são os 25 países representados na mostra.

A exposição do MNI, promovida pelo referido Centro Comercial, surge no âmbito do protocolo celebrado entre as duas instituições para a criação da galeria “Art Spot”, que durante um ano fica associada ao PortoCartoon.

Esta é já a quinta exposição PortoCartoon que o Alameda acolhe, no âmbito deste processo. Em junho, o Alameda recebeu a mostra “De Itália com Humor”, de Agim Sulaj (Prémio do Público PortoCartoon 2018). Em agosto, apresentou a exposição “Cristiano Ronaldo na Caricatura Internacional”, em setembro e em outubro, estiveram patentes, respetivamente as mostras de caricatura sobre Sara Sampaio e Amália Rodrigues (até à próxima 5ª feira).

O Prémio dedicado inteiramente à caricatura começou em 2013 (15 anos depois do lançamento do I PortoCartoon) e tem servido para relevar outras figuras mundiais como Mandela, Picasso, Chaplin, Guterres, Saramago e Manoel de Oliveira, entre outras.

A exposição tem a curadoria do diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos, e ficará patente no “Art Spot”, no Piso 3 do Alameda Shop & Spot, até 30 de novembro.

Caricaturas de Amália
em exposição no Porto
AmaliaRodrigues_Alameda2019_Cartaz

Dezenas de caricaturas sobre Amália Rodrigues, falecida há vinte anos, vão estar patentes na Galeria Art Spot do Alameda, a partir do dia 3 de outubro.

Os desenhos fazem parte do Prémio Especial de Caricatura do PortoCartoon-World Festival, organizado pelo MNI, e que tem homenageado figuras nacionais e estrangeiras, como Mandela, Chaplin, Picasso, Saramago, Manoel de Oliveira, Siza Vieira e Cristiano Ronaldo, entre outras.

O primeiro prémio foi conquistado pelo artista português António Santos-Santiagu, o segundo por Matias Montedoro (Espanha) e o terceiro por Aurélio Mesquita (Portugal).Amália Rodrigues atraiu o humor de cartunistas de vários países. Argentina, Brasil, China, Colômbia, Cuba, Egipto, Espanha, Finlândia Índia, Irão, Itália, México, Perú, Polónia, Portugal, Roménia, e Turquia são os países representados na mostra.

Uma boa parte dos desenhos relevam o aparelho vocal da diva do fado e expressam uma multiplicidade de características da cantora, cujo centenário do nascimento se celebra em 2020.

A exposição do Museu Nacional da Imprensa, promovida pelo referido Centro Comercial, surge no âmbito do protocolo celebrado entre as duas instituições para a criação da galeria “Art Spot”, que durante um ano fica associada ao PortoCartoon.

Esta é já a quarta exposição PortoCartoon que o Alameda acolhe, no âmbito deste processo. Em junho, o Alameda recebeu a mostra “De Itália com Humor”, de Agim Sulaj (Prémio do Público PortoCartoon 2018), em agosto, apresentou a exposição “Cristiano Ronaldo na Caricatura Internacional” e, até hoje, dia 30, estão patentes caricaturas da modelo Sara Sampaio.

A exposição tem a curadoria do diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos, e ficará patente no “Art Spot”, no Piso 3 do Alameda Shop & Spot, até 31 de outubro.

Exposição de Caricaturas no Alameda
Sara Sampaio esteve virtualmente
presente na inauguração
SaraSampaio_Alameda_set_2019 A modelo Sara Sampaio participou virtualmente, a partir de Nova Iorque, na inauguração da exposição do PortoCartoon com caricaturas suas, patente no Alameda Shop & Spot, desde 2ª feira.

Esta foi a primeira vez que uma exposição do Museu Nacional da Imprensa (organizador do PortoCartoon), ao longo de 22 anos, contou com a presença virtual da figura homenageada.

Através de uma ligação direta (via internet) a Nova Iorque, aonde tinha chegado poucas horas antes, depois de marcar presença no Festival de Veneza, Sara Sampaio viu a exposição e trocou impressões com os diretores do Museu e do Alameda (ver fotos em: http://www.cartoonvirtualmuseum.org/cartoon_vm_foto_album/index.php?gal=50#sarasampaiovirtualmentepresente), bem como com familiares. Os pais da modelo, Cristina e Armando Sampaio, foram os convidados principais do ato inaugural da exposição.

Sara Sampaio atraiu o humor de cartunistas de vários países. Alemanha, Argentina, Brasil, Bulgária, Canadá, China, Colômbia, Croácia, Cuba, Espanha, Finlândia, Índia, Indonésia, Irão, Itália, México, Polónia, Portugal, Roménia, Rússia, Sérvia, Suíça, Tailândia e Turquia são os países representados na mostra.

Os desenhos fazem parte do Prémio Especial de Caricatura do PortoCartoon-World Festival, organizado pelo MNI, e já estiveram patentes noutras cidades do país.

A exposição tem a curadoria do diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos, e ficará patente no “Art Spot”, no Piso 3 do Alameda Shop & Spot, até 30 de setembro.

Museu da Imprensa faz parceria no México
O Museu Nacional da Imprensa e o “Museo de la Caricatura” estão unidos desde 22 de novembro, através de um protocolo assinado na Cidade do México.

O acordo de cooperação foi oficializado pelo presidente da Sociedad Mexicana de Caricaturistas (entidade detentora do Museo de la Caricatura), Jesús Juan Terrazas Campos, e pelo diretor do Museu Nacional da Imprensa, Luiz Humberto Marcos, numa cerimónia simples, na sede do museu mexicano, em plena zona histórica, classificada pela Unesco como património cultural da humanidade.

A assinatura deste convénio foi testemunhada por Angel Bolígan, um dos cartunistas mais premiados do mundo, que já recebeu vários trofeus do PortoCartoon.

O protocolo visa “a cooperação no desenvolvimento de iniciativas conjuntas para o reforço dos laços culturais entre o México e Portugal, através da valorização da linguagem universal do humor”.

Fortalecendo o eixo do cartoon do MNI e ampliando a dimensão internacional resultante do PortoCartoon, serão promovidas exposições temporárias, estudos, conferências e debates sobre temas relacionados com a imprensa e o papel do humor na sociedade.

O Museo de la Caricatura está instalado no antigo Colégio de Cristo, renovado após o sismo de setembro de 1985. Em 1987, o edifício foi entregue à Sociedade Mexicana de Caricaturistas, com a condição de ser criado um museu para mostrar a história do México, através da obra de grandes caricaturistas.Este protocolo aumenta para 10 o número de convénios internacionais celebrados pelo MNI.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Portugal na FIL de Guadalajara
Humor sobre Gutenberg
no Museu da Imprensa

A exposição A “descoberta” e o riso, do Museu Nacional da Imprensa, vai estar patente na FIL Guadalajara 2018, de 24 novembro a 2 dezembro.

imagem002

A mostra sobre o ‘pai da imprensa’ apresenta cerca de meia centena de cartuns enviados ao PortoCartoon-World Festival.

Estão representados 17 países (10 europeus, dois da América Latina e três da Ásia) de grandes caricaturistas, alguns deles vencedores de importantes prémios internacionais.

Os cartoons ajudam a compreender a importância da “descoberta” da imprensa de caracteres móveis. Foi com ela que o livro começou a democratizar-se.

Através do humor patenteado na mostra, o Museu Nacional da Imprensa, organizador do PortoCartoon, pretende reforçar a multiculturalidade que faz parte da natureza do próprio festival, como ponte entre culturas, regiões e países.

Com esta exposição, cruzam-se duas linhas de um projeto museológico: a do “patrono” da imprensa, com a da linguagem universal do cartoon.

Durante a Feira Internacional do Livro de Guadalajara/2018, dedicada a Portugal, queremos estar presentes à distância de um clic.

Centenário de Mandela com PortoCartoon em S. Paulo

O centenário do nascimento de Nelson Mandela está a ser celebrado, em S. Paulo, com desenhos do PortoCartoon World Festival, de 25 de agosto a 14 de outubro.

Esta é uma das três mostras do festival do Porto que estão presentes no 45º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, naquela cidade, que assim  assinala o 20º aniversário do PortoCartoon.

Os principais trabalhos do Prémio Especial de Caricatura Mandela, apresentado no PortoCartoon de 2014, integram a mostra do Casarão do Turismo de Piracicaba, cidade do norte de S. Paulo, com 400 mil habitantes, que organiza um dos certames de humor mais antigos do mundo. Entre as dezenas de caricaturas figura o 1º prémio atribuído a André Carrilho e os melhores desenhos de artistas da Alemanha, Irão, Brasil, Bulgária, Itália, Argentina, Croácia, Hungria, entre outros países.

Mandela_1ºpremio_portugal_Carrilho

Mandela_2ºpremio_Espanha_Turcios

Outra exposição corresponde ao tema Turismo, do PortoCartoon 2017, e está apresentada no Centro Cultural do Engenho, conjuntamente com as mostras principais do 45º Salão de Piracicaba.

GrandePremio_Belgica_LucVernimmen

A terceira mostra é alusiva às duas décadas do festival do Porto, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa (MNI), e figura em painéis de grandes dimensões, espalhados pela Rua do Porto (do rio Piracicaba). Esta rua está sobredenominada de Rua do PortoCartoon e mostra 40 cartoons relativos aos grandes prémios e 2ºs prémios dos vinte anos do PortoCartoon, inaugurado em 1998, pelo presidente da República Jorge Sampaio.

Além dos 40 desenhos apresentam-se momentos da proclamação do Porto-Capital do Cartoon feita em 2008 e do roteiro do humor com a presença de artistas brasileiros e de outros países.

portocapitaldocartoon

Novo Protocolo

Esta iniciativa integra-se numa parceria que existe desde 2005, entre o PortoCartoon e o Salão de Piracicaba, baseada num protocolo assinado pelo Prefeito (presidente da Câmara) de Piracicaba e pelo diretor do Museu Nacional da Imprensa. Barjas Negri e Luiz Humberto Marcos assinaram, na inauguração do 45º salão, um novo contrato de parceria, visando o reforço das relações institucionais.

Refira-se que, neste momento, no âmbito da mesma parceria, está patente no Via Catarina (Porto) uma exposição de Piracicaba, inaugurada no dia 22 de junho, com a presença de Paulo Caruso, um dos nomes maiores do humor brasileiro, e de outros artistas.

As relações institucionais existentes desde 2005, entre a autarquia de S. Paulo e o MNI têm permitido a realização de várias exposições e outras atividades no Brasil e em Portugal.

Esta parceria foi abordada numa conferência de Luiz Humberto Marcos na Universidade de Anhanguera, no dia 20, e no programa Roda Viva da TV Cultura, no dia 23, em S. Paulo, durante o qual o diretor do MNI foi entrevistado por jornalistas e artistas do humor.

O PortoCartoon-World Festival tem o patrocínio de Banco Santander,  DRCN,  AEVP, Sandeman, IVDP,  DFJ, Câmara Municipal de Gondomar, Infraestruturas de Portugal, Metro do Porto, Centro Comercial Via Catarina,  Douro Acima, Divimagem, NaveprinterNorprint, ISMAI, Papelaria Sousa Ribeiro, Porto LazerInstituto Multimédia e os Media Partners JN, DN e Antena 1.

Protocolo em Brasília

O Museu Nacional da Imprensa e o Museu da Imprensa Nacional, de Brasília, estão unidos desde 3 de Dezembro, através de um protocolo assinado na capital brasileira.
Trata-se de um acordo de cooperação oficializado pelo director-geral da Imprensa Nacional, Fernando Tolentino de Souza Vieira e pelo presidente da Direcção da AMI e director do Museu Nacional da Imprensa, Luís Humberto Marcos.
O protocolo visa “a cooperação no desenvolvimento de iniciativas conjuntas para o reforço dos laços culturais entre o Brasil e Portugal, quer através da valorização do papel da imprensa e da sua história em geral, quer através do lastro da imprensa da Lusofonia”.
De acordo com a Cláusula nº 2, ambas as entidades “promoverão exposições temporárias, estudos, conferências e debates sobre temas relacionados com a Imprensa e as Artes Gráficas, de acordo com um plano periodicamente estabelecido e aceite por ambas as partes.Antes desta assinatura já tinha havido uma cooperação que deu lugar à reprodução de um prelo do Séc. XVIII que integra a exposição permanente do MNI e cuja réplica foi apresentada nas comemorações do bicentenário da imprensa brasileira, em Brasília.

Salão de Humor Luso-Brasileiro
As relações do Museu Nacional da Imprensa com Piracicaba vão ser intensificadas com a realização de um Salão de Humor Luso-Brasileiro. O futuro salão, de âmbito bienal, abrirá alternadamente em Portugal e no Brasil, podendo ainda fazer itinerância por outros países.
Esta iniciativa faz parte de uma carta de Intenções assinada, em Junho, na cidade do Porto, no âmbito do Protocolo de Cooperação firmado em 2005 no Brasil, pelo Prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, ex-ministro da Saúde do governo de Fernando Henrique Cardoso e pelo director do MNI e do PortoCartoon-World Festival, Luís Humberto Marcos.
Dando continuidade à excelente colaboração existente entre as duas entidades, o Museu Nacional da Imprensa compromete-se também a colaborar com a Prefeitura de Piracicaba na implementação e acompanhamento técnico-científico de uma Exposição Permanente de Desenho de Humor, nos mesmos moldes da Galeria Internacional do Cartoon, existente na sede do museu português.