NOTÍCIAS
_______________________________________________________________________________

NacionaisInternacionaisRecortes de imprensa
XXIPC_GrandePremio_Belgica_LDescheemaeker

PortoCartoon no Aeroporto
para ver e votar

HomemNaLua_OnofreVarela_500w

“Homem na Lua” em BD
no Museu da Imprensa

SAM_0122 +

PASQUIM combateu
a ditadura brasileira

porto_cartoon

Ministra da Cultura
saúda PortoCartoon’19

XXIPC_GrandePremio_Belgica_LDescheemaeker

HUMOR de excelência
espalha-se pelo Grande Porto

XXPC_Amalia_1oPremio_Portugal_AntonioSantosSANTIAGU

PortoCartoon no “Península”
com Caricaturas de Amália

Salao_Piracicaba_Trab_Cau_Gomez

PortoCartoon mostra humor de S. Paulo
no Via Catarina

70AnosDecDireitosHumanos_Cartaz_POR

Humor sobre Direitos Humanos
em exposição no “Mercado do Bom Sucesso”

XXIPC_PEC_BDylan_1oPremio_Brasil_LCFernandes

Bob Dylan em caricatura
vai estar em Matosinhos

25DeAbril_RuasDeAbril_Grafismo_net

Museu da Imprensa
criou mapa interativo
com RUAS DE ABRIL

Museu da Imprensa faz parceria no México

imagem002

Portugal na FIL de Guadalajara

Centenário de Mandela com PortoCartoon em S. Paulo

Protocolo em Brasília

Salão de Humor Luso-Brasileiro

clubedejornalistas

Revista JJ. Clube de Jornalistas
            PortoCartoon, 20 anos
            Farol da democracia, bastião da liberdade

litorialmagazine

Litoral Magazine
            Caricaturas de Wolinsky em Aveiro

diarioaveiro

Diário de Aveiro
            Cartoonista do Charlie Hebdo
            com trabalhos expostos em Aveiro

nossojornal

O Nosso Jornal
            Imprensa Nacional
            abre exposição internacional de cartuns

rtp

RTP Internacional
            Palavra aos Diretores – Entrevista (Vídeo)

funchal_noticias

Funchal Notícias
            Wolinski: recordar quem morreu pelo cartoon

correiodoribatejo1

Correio do Ribatejo
            Correio do Ribatejo desafiado a criar pólo do
            Museu Nacional da Imprensa em Santarém

PortoCartoon no Aeroporto
para ver e votar

XXIPC_GrandePremio_Belgica_LDescheemaeker

Está patente no Aeroporto Francisco Sá Carneiro uma extensão da 21ª edição do PortoCartoon-World Festival, dedicado ao tema “Línguas e Mundo“.

A exposição apresenta, na área pública de chegadas, cerca de 30 desenhos, designadamente os Premiados, Menções Honrosas e finalistas do PortoCartoon 2019.

Os trabalhos expostos foram selecionados pelo Júri Internacional entre as cerca de 2700 obras recebidas, de mais de 620 artistas, oriundos de 73 países de todos os continentes.

Estes números assinalam um recorde nunca registado nas edições anteriores, em termos de artistas e obras.

A elevada qualidade dos trabalhos levou o júri internacional a atribuir ainda Menções Honrosas a artistas de países tão diferentes como Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Indonésia, Irão, Roménia, Rússia e Turquia.

XXIPC_2oPremio_Croacia_MMihatov

No local da exposição, os visitantes podem também votar no seu cartoon preferido, utilizando para o efeito os boletins de voto e a urna ali presentes.

Há ainda uma urna no Museu Nacional da Imprensa e a opção de efetuar a votação online, no Museu Virtual do Cartoon.

O artista cujo trabalho obtenha o maior número de votos será o vencedor do Prémio Público e terá uma exposição antológica no PortoCartoon 2020.

A votação decorre até 31 de dezembro.

A mostra principal do certame de humor está patente no Museu Nacional da Imprensa, onde podem ser apreciados todos os trabalhos premiados e selecionados.

Neste momento, há exposições PortoCartoon na Casa Branca de Gramido (Gondomar), no Espaço Corpus Christi (Gaia), no Alameda Shop & Spot e na Fundação Manuel António Mota (Mercado Bom Sucesso).

A exposição no Aeroporto ficará patente até ao final do ano.

XXIPC_3oPremio_Espanha_DVela

“Homem na Lua” em BD
no Museu da Imprensa
HomemNaLua_OnofreVarela_500w

Inaugura-se no dia 20 de julho, às 18 H, no Museu Nacional da Imprensa, a exposição “Homem na Lua”.

 

São cerca de 40 pranchas em BD originais do artista Onofre Varela, evocando o 50.º aniversário da conquista espacial. Recorda-se que a alunagem aconteceu precisamente no dia 20 de julho de 1969, acontecimento que espantou todo o mundo que pode acompanhar o processo em direto através da televisão.

No conjunto dos trabalhos que apresenta no MNI, o autor evoca o sonho do Homem voar, desde Bartolomeu de Gusmão, as primeira e segunda guerras mundiais até à competição espacial entre russos e americanos.

Onofre Varela estudou Pintura, seguindo a carreira de criativo gráfico, ilustrador, caricaturista, cartunista e desenhador de BD.

Ilustrou manuais escolares para a Editora Educação Nacional e Porto Editora, foi diretor gráfico da revista Encontro, do suplemento semanal d’O Comércio do Porto e ilustrador principal do JN.

O artista tem colaborado com o Museu, participando em várias edições da Festa da Caricatura do PortoCartoon.

Na ocasião, será feito o lançamento do livro com os desenhos expostos.

A mostra ficará patente até 30 de setembro.

PASQUIM combateu
a ditadura brasileira
SAM_0122 +

Faz amanhã, 26 de junho, 50 anos que um pequeno grupo de jornalistas brasileiros criou o Pasquim, jornal satírico que combateu a ditadura militar, a partir do Rio de Janeiro.

O PortoCartoon 2019 inaugurou, anteontem, uma exposição evocativa – Pasquim-50 anos – constituída por dezenas de jornais e almanaques e que ficará patente até final de outubro.

Para esta exposição, o Museu Nacional da Imprensa contou com o apoio de um dos principais fundadores do jornal, Jaguar, que fez um desenho – com o seu rato bizarro, o SIG – expressamente para a mostra.

O Pasquim durou mais 22 anos (até 1991), conheceu a censura e alguns dos seus jornalistas estiveram presos. De pequena aventura, transformou-se num sucesso editorial e chegou a vender 200 mil exemplares.

SAM_0119 desenho Jaguar exclusivo para a expo

O jornal agregou uma geração extraordinária composta pelos melhores jornalistas brasileiros de humor de sempre: Jaguar, Ziraldo, Paulo e Chico Caruso, Luís Fernando Veríssimo (ainda ativos) e tantos outros como Millôr Fernandes, Henfil, Fortuna.

Nessa aventura também colaboraram nomes grandes das letras como o nobel Gabriel Garcia Márquez (um dos textos, sobre Portugal, está patente na exposição) e Ferreira Gullar (Prémio Camões), além de Wolinski e do arquiteto Oscar Niemeyer. Outros colaboradores: Vinicius de Moraes, Tom Jobim, Paulinho da Viola, Caetano Veloso e, obviamente, Chico Buarque da Holanda, o mais recente “prémio Camões”. Chico Buarque aparece logo no nº 1 do Pasquim, assinando uma crónica enviada de Roma, onde estava  exilado.

Durante a inauguração de “Pasquim-50 anos”, Fausto Longo, deputado no parlamento italiano em representação da América Latina, falou da importância do jornal no combate à ditadura brasileira. Como fundador e ex-diretor do Salão de Piracicaba criado há 46 anos, Fausto Longo fez também referência ao valor do humor e da parceria PortoCartoon-Salão de Piracicaba iniciada em 2005. Na sua opinião, “o Brasil precisa hoje de um novo Pasquim”.

Esta exposição tem a curadoria do diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos.

SAM_0112 +

Ministra da Cultura
saúda PortoCartoon’19
Mensagem da Senhora Ministra da Cultura - PortoCartoon.docx
“Humor é fundamental na vida democrática”

Graça Fonseca enviou uma mensagem à cerimónia oficial do PortoCartoon, realizada esta tarde no Museu Nacional da Imprensa, considerando que “o humor, tanto pela dimensão lúdica como pela profunda crítica que pode conter, é fundamental na vida democrática”. Acrescenta a Ministra da Cultura que o humor é “ao mesmo tempo, um gesto de oposição às forças que ameaçam a convivência plural, inclusiva e participada”.

Depois de destacar a importância além fronteiras do PortoCartoon, Graça Fonseca afirma também que o humor e o desenho “são instrumentos de resistência ao poder que com eles não sabe conviver”.

Durante a cerimónia oficial, foram entregues diversos prémios aos vencedores da XXI edição do PortoCartoon, além do troféu desenhado por Siza Vieira e de vinho do Porto, instituído como embaixador do certame.

O Grande Prémio foi atribuído a Luc Descheemaeker, com o trabalho Money Language.

PASQUIM-50 anos

Um desenho de Jaguar expressamente feito para a exposição “Pasquim-50 anos” constitui uma das cem peças que evocam aquele jornal satírico, criado em 1969 no Rio de janeiro. Jaguar foi um dos seus fundadores e contou ao PortoCartoon o processo de crescimento do jornal até 1991, altura em que encerrou.

Durante a inauguração, Fausto Longo, deputado no parlamento italiano em representação da América Latina, falou da importância do Pasquim no combate à ditadura brasileira. Como fundador e ex-diretor do Salão de Piracicaba criado há 46 anos, Fausto Longo fez também referência ao valor do humor e da parceria PortoCartoon-Salão de Piracicaba iniciada em 2005.

Esta é uma das exposições patentes no museu, no âmbito do PortoCartoon-World Festival.

Galeria no Alameda mostra o PortoCartoon

Nesta edição do PortoCartoon foi inaugurada, sábado à noite, uma galeria de arte no centro Comercial Alameda com a exposição de Agim Sulaj, prémio do público 2018 (de Itália para o mundo).

Caricaturas de Magalhães em Gaia

Antes da cerimónia oficial no museu, foi inaugurada no espaço Corpus Christi a exposição do Premio Especial de caricatura de Fernão de Magalhães cujo o primeiro prémio foi atribuído a Pedro Ribeiro Ferreira.

HUMOR de excelência
espalha-se pelo Grande Porto
Dezenas de Caricaturas de Fernão de Magalhães em Gaia

Cerca de mil desenhos integram o 21º PortoCartoon-World Festival que se espalhará pelo Grande Porto, em junho.  “Línguas e Mundo” – levou centenas de cartoonistas a refletirem sobre o tema central escolhido para 2019, em sintonia com a caraterização emblemática da ONU – “ano das línguas indígenas”.

Como é já habitual, esta 21ª edição vai contar, também, com diversas exposições, a Festa da Caricatura, o descerramento de uma escultura alusiva ao Grande Prémio e a Rua do PortoCartoon. Estes são alguns dos ingredientes que pretendem reforçar, uma vez mais, a imagem do Porto como ‘Capital do Cartoon’ (proclamação de 2008).

O certame abre oficialmente com a Cerimónia de Entrega de Prémios e troféus (desenhados por Siza Vieira) e inauguração da exposição, no MNI. A mostra ficará patente na Galeria Internacional do Cartoon (Museu Nacional da Imprensa) até fim de dezembro.

A edição de 2019 deste Festival de desenho humorístico apresenta um elevado número de trabalhos, entre premiados, selecionados e mostras paralelas, fazendo do PortoCartoon uma das maiores mostras mundiais de humor. O tema principal – Línguas e Mundo – vem, novamente, frisar a preocupação do festival relativamente às grandes temáticas da atualidade.

A Festa da Caricatura decorrerá na Estação de Porto – S. Bento. Integrado nas Festas do S. João, o PortoCartoon inclui ainda no seu programa outras iniciativas, como a rua do PortoCartoon, que este ano será a R.  S. João, o descerramento de uma escultura, mostras no Via Catarina e em muitos outros locais da cidade, além de encontros com os cartunistas vencedores.

XXIPC_GrandePremio_Belgica_LDescheemaeker

O artista belga Luc Descheemaeker conquistou o Grande Prémio do 21º PortoCartoon-World Festival. A obra vencedora intitula-se “Money Language” e representa um camaleão/Trump, com uma língua de dólares.

XXIPC_2oPremio_Croacia_MMihatov

O Segundo Prémio foi atribuído a Mojmir Mihatov, da Croácia.

XXIPC_3oPremio_Espanha_DVela

O Terceiro Prémio foi atribuído a David Vela, de Espanha.

O vencedor do Grande Prémio do 21º PortoCartoon-World Festival marcará presença em todo o programa do festival organizado pelo Museu Nacional da Imprensa.

Na exposição patente no MNI, poderão ver-se todos os trabalhos selecionados pelo Júri Internacional.

Em apreciação estiveram cerca de 2700 obras, de mais de 620 artistas, oriundos de 73 países distintos, de todos os continentes. Estes números assinalam um recorde nunca registado nas edições anteriores, em termos de artistas e obras.

XXIPC_MH_Indonesia_JKustana_TL

A elevada qualidade dos trabalhos levou o júri internacional a atribuir ainda 19 Menções Honrosas a artistas de países tão diferentes como Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Cuba, Indonésia, Irão, Portugal, Roménia, Rússia, Turquia e Ucrânia.

O Júri do 21º PortoCartoon teve como Presidente Honorário Georges Wolinski – cartunista do Charlie Hebdo assassinado em 2015, em Paris, e que durante uma década tinha sido presidente do Júri. Integraram o Júri 2019: Peter Nieuwendjik (presidente da FECO), António Ponte (Diretor Regional Cultura Norte), Maria Milano (ESAD), Luiz Humberto Marcos (diretor do Museu Nacional da Imprensa), Roberto Merino (encenador chileno) e Xaquín Marín (fundador do Museo de Humor de Fene, Espanha).

A escultura baseada no desenho “Money Language”, que conquistou o Grande Prémio 2019, é da autoria de Grécia Paola e será implantada numa zona movimentada da cidade invicta.

O PortoCartoon 2019 inclui ainda a exposição do 45.º Salão de Piracicaba (S. Paulo), com base num protocolo estabelecido em 2005 entre o Museu Nacional da Imprensa e a Prefeitura Piracicaba. Esta mostra está patente no Via Catarina, desde 21 de maio.

O artista italiano Agim Sulaj, vencedor do Prémio do Público 2018, com a obra “Plástica” apresentará uma exposição antológica que ficará patente no centro comercial Alameda (Antas).

Exposições em Gaia e Gondomar

Seguindo a linha iniciada em 2013, com a introdução deste campo da Caricatura no PortoCartoon, a edição deste ano contemplou dois Prémios Especiais de Caricatura centrados nas figuras de Fernão de Magalhães, evocando os 500 anos da viagem de circum-navegação, e Bob Dylan, músico e prémio nobel da Literatura. Os vencedores foram, respetivamente, Pedro Ribeiro Ferreira (Portugal) e Luiz Carlos Fernandes (Brasil).

XXIPC_PEC_FMagalhaes_1oPremio_Portugal_PRFerreira

XXIPC_SCA_BDylan_FirstPrize__Brazil_Luiz_Carlos_Fernandes

Depois de  terem estado em Matosinhos caricaturas de Bob Dylan, a mostra sobre Fernão de Magalhães poderá ser vista em Gaia, no emblemático espaço do Convento Corpus Christi.

Esta secção da caricatura já contemplou várias figuras nacionais e internacionais: Manoel de Oliveira, José Saramago, Nelson Mandela, Siza Vieira, Ronaldo, Chaplin, Picasso, Hemingway, Woody Allen e Amália, entre outros.

O Tema Livre do PortoCartoon ficará exposto na Casa Branca de Gramido, Gondomar, numa mostra que reúne dezenas de desenhos sobre jornalismo, assédio, tatuagens, pobreza e discriminação racial.

Extensões do PortoCartoon 

O PortoCartoon prolonga-se para além do tempo em que decorre o Festival, tendo a particularidade de se “espalhar” um pouco por toda a área metropolitana do Porto. A partir de julho, em locais como o Aeroporto de Pedras Rubras (Maia), Edifício Transparente, ESAP,  cafés do centro histórico, entre muitos outros, estarão patentes extensões da 21ª edição do certame que celebra a excelência do humor mundial. Entretanto, materializando a politica de descentralização cultural do Museu Nacional da Imprensa, mantem-se patente até meados de julho uma grande exposição sobre Humor e Direitos Humanos, na Fundação Manuel António Mota (Mercado do Bom Sucesso, Porto).  Da mesma maneira, no Península, dezenas de caricaturas de Amália Rodrigues reforçam a designação do Porto como capital do humor impresso.

 

PortoCartoon no “Península”
com Caricaturas de Amália
XXPC_Amalia_1oPremio_Portugal_AntonioSantosSANTIAGU O Península Boutique Center, no Porto, vai mostrar, de 25 de maio a 16 de junho, dezenas de caricaturas sobre Amália Rodrigues, a cantora mais internacional de Portugal.

A exposição patente neste centro comercial destaca os trabalhos premiados na edição de 2018 do PortoCartoon-World Festival, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa, em parceria com o “Península”.

O primeiro prémio desta edição foi conquistado pelo artista português António Santos-Santiagu, o segundo por Matias Montedoro (Espanha) e o terceiro por Aurélio Mesquita (Portugal). Foram também atribuídas Menções Honrosas a trabalhos recebidos de artistas de renome  internacional, como Paulo Caruso (Brasil).

Uma boa parte dos desenhos relevam o aparelho vocal da diva do fado e expressam uma multiplicidade de características da cantora, cujo centenário do nascimento se celebra em 2020.

Os prémios especiais de caricatura do PortoCartoon foram lançados em 2013 e todos os anos distinguem diferentes figuras públicas nacionais e internacionais. Antes de Amália, foram alvo dos lápis dos caricaturistas Chaplin, Picasso, Hemingway, Saramago, Manoel Oliveira, Siza Vieira e Cristiano Ronaldo, entre outros.

PortoCartoon mostra humor de S. Paulo
no Via Catarina
Salao_Piracicaba_Trab_Cau_Gomez

O PortoCartoon 2019 estende-se ao Via Catarina, com uma exposição do Salão de Humor de Piracicaba (S. Paulo), um dos mais antigos do mundo.

Abertura a 21 de maio, às 17horas, com cartunista brasileiro Luiz Carlos Fernandes.

Dezenas de desenhos mostram o melhor humor da 45ª edição do Salão Internacional da Piracicaba, em S. Paulo, no âmbito de uma parceria com o PortoCartoon, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa. Trata-se de um conjunto de cartuns, charges, tiras e caricaturas selecionadas da exposição competitiva daquele certame em 2018.

Esta edição tocou diferentes temas, como as autoridades políticas, o drama dos refugiados, a justiça, a tecnologia, as redes sociais e o ASSÉDIO.

A exposição preparada para o centro comercial Via Catarina destaca este tema de repercussão mundial. As vertentes sexual, moral e virtual do ASSÉDIO são tratadas por vários artistas, constituindo uma boa pista para reflexões sobre o tema.

O ‘Via Catarina’ tem sido o local escolhido para as exposições vindas do Brasil, na base de um protocolo assinado entre o Museu Nacional da Imprensa e a Câmara Municipal de Piracicaba. Anualmente, desde 2005, o PortoCartoon-World Festival também tem estado presente no Salão de Piracicaba, reforçando as relações fraternas de humor entre os dois salões e países. Tal como tem acontecido em edições anteriores, também esta exposição contará com a presença de um artista brasileiro, neste caso Luiz Carlos Fernandes, participante habitual do Salão brasileiro e vencedor do Prémio Especial de Caricatura Bob Dylan (do PortoCartoon 2019), cuja mostra está patente em Matosinhos, de 18 de maio a 9 de junho.

O artista brasileiro está também representado nesta mostra com um Grande Prémio.

O Salão Internacional de Humor de Piracicaba surgiu em 1974, em plena ditadura militar brasileira, por iniciativa de um grupo de piracicabanos – jornalistas, artistas e intelectuais – atuantes no cenário político e cultural da cidade. Funciona sob a responsabilidade da Câmara Municipal (Prefeitura) daquela cidade do norte de S. Paulo, constituindo um espaço de revelação de novos talentos. Ao mesmo tempo, ele mostra os profissionais consagrados, como Jaguar, Ziraldo e os irmãos Caruso que já estiveram no Porto.

Humor sobre Direitos Humanos
em exposição no “Mercado do Bom Sucesso”
70Anos_direitoshumanos

Vai ser inaugurada, no dia 17 de maio , às 18 H, na Fundação Manuel António Mota, no Mercado do Bom Sucesso, uma grande exposição de cartoons sobre Direitos Humanos.

A exposição, organizada pelo Museu Nacional da Imprensa (MNI) e promovida pela Fundação Manuel António Mota, reúne cerca de 200 trabalhos de artistas de 50 países e constitui uma oportunidade de celebrar o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela ONU a 10 de dezembro de 1948, em Paris.

A evocação iniciou-se na sede do MNI, em dezembro do ano passado, com desenhos de várias edições do PortoCartoon e espalhou-se por diversos países, de Portugal ao México. Neste contexto, criou-se uma “Rota do Humor pelos Direitos Humanos”, como forma de sublinhar a importância do cartoon como linguagem que contribui para a reflexão sobre grandes causas da humanidade.

Cartunistas relevantes, vencedores de vários prémios em certames internacionais, estão representados nesta mostra que ficará patente na Fundação Manuel António Mota até 19 de julho.

No Museu, a exposição sobre Direitos Humanos cresce mensalmente com novos desenhos, e ficará patente até dezembro de 2019, tornando-se assim numa forma contínua de celebração dos 70 anos da Declaração.

Esta mostra internacional, com a curadoria do diretor do Museu, Luiz Humberto Marcos, tem o apoio institucional da Comissão Nacional UNESCO.

Bob Dylan em caricatura
vai estar em Matosinhos
O PortoCartoon 2019 apresenta uma centena de caricaturas de Bob Dylan em Matosinhos, a partir de 18 de maio.

A exposição ficará patente no Teatro Constantino Nery e constitui uma pré-abertura do PortoCartoon-World Festival, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa.

Na inauguração, dia 18, às 16H, estarão presentes os vencedores da edição deste ano do Prémio Especial de Caricatura Bob Dylan.  O cantor e poeta, vencedor do Prémio Nobel da Lietratura em 2016, foi a figura mais caricaturada pelos artistas do humor de todo o mundo, no âmbito do PortoCartoon.

Este prémio especial foi criado em 2013 e superou, em participação, as figuras de edições anteriores como Chaplin, Picasso, Hemingway, Woody Allen e Amália.

O vencedor deste prémio foi o artista brasileiro Luiz Carlos Fernandes.  O segundo prémio ex-aequo, foi  respetivamente atribuído a David Rowe, da Austrália e ao português António Santos (Santiagu). O terceiro premiado foi Omar Figueroa Turcios, de Espanha.

A exposição, resultante de uma parceria entre o Museu Nacional da Imprensa e a Câmara Municipal de Matosinhos, ficará patente até 9 de junho.

XXIPC_PEC_BDylan_1oPremio_Brasil_LCFernandes

XXIPC_PEC_BDylan_2oPremio_Portugal_ASantiagu

XXIPC_PEC_BDylan_2oPremio_Australia_DRowe

XXIPC_PEC_BDylan_3oPremio_Espanha_OFTurcios

Museu da Imprensa
criou mapa interativo
com RUAS DE ABRIL
25DeAbril_RuasDeAbril_Grafismo_net

O Museu Nacional da Imprensa apresentou, hoje, dia 26.04, o projeto Ruas de Abril, um sistema que permite percorrer-se todo o país, através de topónimos relacionados com a ‘revolução dos cravos’.

 

 

Trata-se de um produto multimédia, desenvolvido em parceria com o Instituto Multimédia, com um mapeamento interativo da toponímia portuguesa, baseada nas alterações resultantes do 25 de abril de 1974.

O ponto de partida foi um conjunto de jornais da época que fazem parte do centro de documentação do museu e que têm servido para múltiplas exposições sobre o “movimento dos capitães”.

Durante a sua apresentação, o autor – Luiz Humberto Marcos, diretor do Museu – esteve acompanhado pelos “capitães de abril” Boaventura Ferreira e Castro Carneiro, que fizeram apontamentos curiosos sobre as ruas de abril. Tal como foi referido, cerca de 93% dos concelhos do país apresentam topónimos relacionados com o “25 de abril”.

O projeto celebra os 45 anos do ’25 de abril’ e tem o apoio da Associação 25 de Abril.

O acesso à “plataforma” interativa pode ser feito através da página web do museu: www.museudaimprensa.pt

Museu da Imprensa faz parceria no México
O Museu Nacional da Imprensa e o “Museo de la Caricatura” estão unidos desde 22 de novembro, através de um protocolo assinado na Cidade do México.

O acordo de cooperação foi oficializado pelo presidente da Sociedad Mexicana de Caricaturistas (entidade detentora do Museo de la Caricatura), Jesús Juan Terrazas Campos, e pelo diretor do Museu Nacional da Imprensa, Luiz Humberto Marcos, numa cerimónia simples, na sede do museu mexicano, em plena zona histórica, classificada pela Unesco como património cultural da humanidade.

A assinatura deste convénio foi testemunhada por Angel Bolígan, um dos cartunistas mais premiados do mundo, que já recebeu vários trofeus do PortoCartoon.

O protocolo visa “a cooperação no desenvolvimento de iniciativas conjuntas para o reforço dos laços culturais entre o México e Portugal, através da valorização da linguagem universal do humor”.

Fortalecendo o eixo do cartoon do MNI e ampliando a dimensão internacional resultante do PortoCartoon, serão promovidas exposições temporárias, estudos, conferências e debates sobre temas relacionados com a imprensa e o papel do humor na sociedade.

O Museo de la Caricatura está instalado no antigo Colégio de Cristo, renovado após o sismo de setembro de 1985. Em 1987, o edifício foi entregue à Sociedade Mexicana de Caricaturistas, com a condição de ser criado um museu para mostrar a história do México, através da obra de grandes caricaturistas.Este protocolo aumenta para 10 o número de convénios internacionais celebrados pelo MNI.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Portugal na FIL de Guadalajara
Humor sobre Gutenberg
no Museu da Imprensa

A exposição A “descoberta” e o riso, do Museu Nacional da Imprensa, vai estar patente na FIL Guadalajara 2018, de 24 novembro a 2 dezembro.

imagem002

A mostra sobre o ‘pai da imprensa’ apresenta cerca de meia centena de cartuns enviados ao PortoCartoon-World Festival.

Estão representados 17 países (10 europeus, dois da América Latina e três da Ásia) de grandes caricaturistas, alguns deles vencedores de importantes prémios internacionais.

Os cartoons ajudam a compreender a importância da “descoberta” da imprensa de caracteres móveis. Foi com ela que o livro começou a democratizar-se.

Através do humor patenteado na mostra, o Museu Nacional da Imprensa, organizador do PortoCartoon, pretende reforçar a multiculturalidade que faz parte da natureza do próprio festival, como ponte entre culturas, regiões e países.

Com esta exposição, cruzam-se duas linhas de um projeto museológico: a do “patrono” da imprensa, com a da linguagem universal do cartoon.

Durante a Feira Internacional do Livro de Guadalajara/2018, dedicada a Portugal, queremos estar presentes à distância de um clic.

Centenário de Mandela com PortoCartoon em S. Paulo

O centenário do nascimento de Nelson Mandela está a ser celebrado, em S. Paulo, com desenhos do PortoCartoon World Festival, de 25 de agosto a 14 de outubro.

Esta é uma das três mostras do festival do Porto que estão presentes no 45º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, naquela cidade, que assim  assinala o 20º aniversário do PortoCartoon.

Os principais trabalhos do Prémio Especial de Caricatura Mandela, apresentado no PortoCartoon de 2014, integram a mostra do Casarão do Turismo de Piracicaba, cidade do norte de S. Paulo, com 400 mil habitantes, que organiza um dos certames de humor mais antigos do mundo. Entre as dezenas de caricaturas figura o 1º prémio atribuído a André Carrilho e os melhores desenhos de artistas da Alemanha, Irão, Brasil, Bulgária, Itália, Argentina, Croácia, Hungria, entre outros países.

Mandela_1ºpremio_portugal_Carrilho

Mandela_2ºpremio_Espanha_Turcios

Outra exposição corresponde ao tema Turismo, do PortoCartoon 2017, e está apresentada no Centro Cultural do Engenho, conjuntamente com as mostras principais do 45º Salão de Piracicaba.

GrandePremio_Belgica_LucVernimmen

A terceira mostra é alusiva às duas décadas do festival do Porto, organizado pelo Museu Nacional da Imprensa (MNI), e figura em painéis de grandes dimensões, espalhados pela Rua do Porto (do rio Piracicaba). Esta rua está sobredenominada de Rua do PortoCartoon e mostra 40 cartoons relativos aos grandes prémios e 2ºs prémios dos vinte anos do PortoCartoon, inaugurado em 1998, pelo presidente da República Jorge Sampaio.

Além dos 40 desenhos apresentam-se momentos da proclamação do Porto-Capital do Cartoon feita em 2008 e do roteiro do humor com a presença de artistas brasileiros e de outros países.

portocapitaldocartoon

Novo Protocolo

Esta iniciativa integra-se numa parceria que existe desde 2005, entre o PortoCartoon e o Salão de Piracicaba, baseada num protocolo assinado pelo Prefeito (presidente da Câmara) de Piracicaba e pelo diretor do Museu Nacional da Imprensa. Barjas Negri e Luiz Humberto Marcos assinaram, na inauguração do 45º salão, um novo contrato de parceria, visando o reforço das relações institucionais.

Refira-se que, neste momento, no âmbito da mesma parceria, está patente no Via Catarina (Porto) uma exposição de Piracicaba, inaugurada no dia 22 de junho, com a presença de Paulo Caruso, um dos nomes maiores do humor brasileiro, e de outros artistas.

As relações institucionais existentes desde 2005, entre a autarquia de S. Paulo e o MNI têm permitido a realização de várias exposições e outras atividades no Brasil e em Portugal.

Esta parceria foi abordada numa conferência de Luiz Humberto Marcos na Universidade de Anhanguera, no dia 20, e no programa Roda Viva da TV Cultura, no dia 23, em S. Paulo, durante o qual o diretor do MNI foi entrevistado por jornalistas e artistas do humor.

O PortoCartoon-World Festival tem o patrocínio de Banco Santander,  DRCN,  AEVP, Sandeman, IVDP,  DFJ, Câmara Municipal de Gondomar, Infraestruturas de Portugal, Metro do Porto, Centro Comercial Via Catarina,  Douro Acima, Divimagem, NaveprinterNorprint, ISMAI, Papelaria Sousa Ribeiro, Porto LazerInstituto Multimédia e os Media Partners JN, DN e Antena 1.

Protocolo em Brasília

O Museu Nacional da Imprensa e o Museu da Imprensa Nacional, de Brasília, estão unidos desde 3 de Dezembro, através de um protocolo assinado na capital brasileira.
Trata-se de um acordo de cooperação oficializado pelo director-geral da Imprensa Nacional, Fernando Tolentino de Souza Vieira e pelo presidente da Direcção da AMI e director do Museu Nacional da Imprensa, Luís Humberto Marcos.
O protocolo visa “a cooperação no desenvolvimento de iniciativas conjuntas para o reforço dos laços culturais entre o Brasil e Portugal, quer através da valorização do papel da imprensa e da sua história em geral, quer através do lastro da imprensa da Lusofonia”.
De acordo com a Cláusula nº 2, ambas as entidades “promoverão exposições temporárias, estudos, conferências e debates sobre temas relacionados com a Imprensa e as Artes Gráficas, de acordo com um plano periodicamente estabelecido e aceite por ambas as partes.Antes desta assinatura já tinha havido uma cooperação que deu lugar à reprodução de um prelo do Séc. XVIII que integra a exposição permanente do MNI e cuja réplica foi apresentada nas comemorações do bicentenário da imprensa brasileira, em Brasília.

Salão de Humor Luso-Brasileiro
As relações do Museu Nacional da Imprensa com Piracicaba vão ser intensificadas com a realização de um Salão de Humor Luso-Brasileiro. O futuro salão, de âmbito bienal, abrirá alternadamente em Portugal e no Brasil, podendo ainda fazer itinerância por outros países.
Esta iniciativa faz parte de uma carta de Intenções assinada, em Junho, na cidade do Porto, no âmbito do Protocolo de Cooperação firmado em 2005 no Brasil, pelo Prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, ex-ministro da Saúde do governo de Fernando Henrique Cardoso e pelo director do MNI e do PortoCartoon-World Festival, Luís Humberto Marcos.
Dando continuidade à excelente colaboração existente entre as duas entidades, o Museu Nacional da Imprensa compromete-se também a colaborar com a Prefeitura de Piracicaba na implementação e acompanhamento técnico-científico de uma Exposição Permanente de Desenho de Humor, nos mesmos moldes da Galeria Internacional do Cartoon, existente na sede do museu português.